Encontrar o Que Estava Faltando.

A História de Dustin


Cristo estende Sua mão e ensina a um homem.

Lutei por sete anos contra as drogas, inclusive comprimidos prescritos para dor, maconha e metanfetamina.

Em 2000 me divorciei após um casamento de três anos e meio e dois filhos. Comecei a trabalhar numa farmácia para entrar na faculdade de enfermagem. Estava perdido e deprimido. A dependência começou quando eu comecei a roubar e tomar comprimidos para dor. Após minha graduação em enfermagem, comecei a trabalhar como enfermeiro. Trabalhava no turno da noite e uma noite outro enfermeiro me perguntou se eu queria experimentar metanfetamina. Estava cansado e pensei que uma vez não faria mal. Fiquei viciado a partir daquele momento. O vício me levou a tomar decisões lamentáveis.

Em 2006, o vício e as más escolhas me levaram à prisão. Perdi a licença de enfermagem, a família, os amigos e a liberdade. Não orava há muitos anos, mas na cadeia orei como nunca havia orado antes. Eu precisava de ajuda e meu Pai Celestial era a minha única esperança.

Logo depois, minha família começou a me visitar. Meu pai me levou as escrituras e livros da Igreja para que eu lesse. Ele também me visitou todas as semanas e me escreveu o tempo todo. Ele foi o meu melhor amigo e nunca desistiu de mim. Comecei a ir às reuniões da Igreja na cadeia, frequentei todas as semanas e estudei as escrituras todos os dias. Fui libertado após 28 meses. Fiz melhorias milagrosas em minha vida, agradeço à família, aos amigos e especialmente a meu Pai Celestial e Jesus Cristo. Mas alguma coisa ainda estava faltando, e eu não sabia o que era.

Uma semana depois de ser libertado, minha mãe me falou sobre um discurso que ela ouviu recentemente na reunião Sacramental sobre um programa de recuperação de dependências realizado pela Igreja. Descobri quando e onde eram as reuniões e comecei a frequentar. Tive medo a princípio de contar minha história nessas reuniões, mas o Espírito era tão forte e as pessoas de nosso grupo eram exemplos tão incríveis que me senti à vontade para falar. Ao trabalhar com os passos do guia do Programa para Recuperação de Dependências, percebi o que estava faltando. Eu não havia dado os passos adequados para permitir que a Expiação do Salvador Jesus Cristo operasse em minha vida.

No decorrer do ano seguinte frequentei as reuniões todas as semanas. Exercitei muitas vezes cada passo. Finalmente, fui capaz de sentir o poder purificador da Expiação.

Além disso me casei novamente e fomos selados no templo. Tenho meu negócio próprio de fotografia premiada. Sou um orador motivacional sobre os perigos das drogas e um ávido corredor. Amo fazer genealogia e o trabalho do templo, mas acima de tudo amo estar próximo a minha linda esposa e meus três filhos fantásticos. Tenho imensa gratidão pela Expiação do Salvador. Amo minha vida!