A Recuperação É Possível

A História de Jason


O filho pródigo sendo abraçado por seu pai.

Minha dependência de pornografia começou quando eu era bem jovem, por volta dos 11 anos de idade. Ela me foi apresentada por um parente que me mostrava essas coisas sempre que eu ia a casa dele.

Continuei com meu vício por muitos anos, ao longo da escola e de um primeiro casamento, do divórcio e do segundo casamento. Quando passei por meu segundo divórcio, senti como se não me restasse mais nada. Não tinha para onde ir, e a vida não tinha sentido. Senti que aquela dependência nunca teria fim. Tentei muitas vezes abandoná-la por mim mesmo, com algum sucesso, mas sempre voltava a cair no escuro abismo.

Devido às escolhas que fiz por causa da minha dependência, acabei sendo desassociado. Foi difícil admitir as coisas que eu havia feito. Senti-me vazio. Mas meu presidente de ramo estava em grande sintonia com o Espírito. Ele me entregou o guia do Programa de Recuperação de Dependências e expressou seu forte sentimento de que eu precisava participar das reuniões do PRD. Ir à primeira reunião foi difícil. Senti-me solitário e com medo. Passei em frente do local da reunião muitas vezes antes de decidir entrar.

Quando finalmente entrei na reunião, senti o Espírito pela primeira vez em muito tempo. Dei-me conta de que me sentira solitário por não ter vivenciado o calor do Espírito daquela maneira por muito tempo. Decidi que queria ter o Salvador de volta em minha vida. Sabia que seria uma jornada difícil e árdua, mas era algo que eu queria fazer por causa do amor que senti naquela primeira reunião. Aprendi que não devia ter medo de frequentar as reuniões, mas, sim, de perder as bênçãos e oportunidades por não fazê-lo. Nas reuniões, senti somente amor e aceitação por parte daquelas pessoas que enfrentavam os mesmos problemas, e me apoiei nelas para obter forças.

As coisas que me aconteceram e que vivenciei desde aquele momento têm sido tão impressionantes que é difícil descrever. As pessoas me diziam que eu sempre seria um dependente e que jamais me recuperaria. Mas senti o poder purificador da Expiação e soube que seria capaz de vencer aquela dependência.

Minha dependência me impedira de me sentir bem comigo mesmo, mas hoje sou um membro digno da Igreja, minha carreira profissional tomou um rumo com o qual eu jamais havia sonhado, casei-me de novo e tenho agora uma bela filhinha.

A paz que sinto na vida é de gratidão. Sinto-me humilde por saber do sacrifício de meu Salvador. Já me haviam ensinado a respeito da Expiação na Escola Dominical, mas ao realmente viver a Expiação e aplicar seus princípios em minha vida, senti paz em relação ao futuro. Senti muito amor e compaixão durante meu processo de arrependimento.

Continuo a frequentar as reuniões do PRD, quando o tempo permite, para poder sentir o Espírito ali. O Programa de Recuperação de Dependências deu-me as ferramentas de que eu precisava para vencer a dependência e para manter-me concentrado em permanecer livre dela. A recuperação é possível.