Nós Faremos Isso Juntos.

A História de Kristine.


Uma estrada poeirenta que leva a lindas montanhas.

Lutei contra a dependência de drogas por mais de 25 anos. Comecei a usar drogas e álcool com treze anos de idade. A droga escolhida foi a metanfetamina. Devido à dependência, voluntariamente me internei em três centros de tratamento de 30 dias e tentei frequentar as reuniões dos Alcoólicos Anônimos, fiz aconselhamento e terapia. Meu marido lutava com dependências semelhantes e há alguns anos estávamos enfrentando os piores momentos de nossa dependência. Eu tinha uma carreira que terminou pelo uso de drogas e sentimos que nosso casamento estava destruído.

Depois de ser despedida, meu marido e eu decidimos ir morar com minha sogra. Ela era membro da Igreja havia muitos anos e nos apresentou os missionários que nos ensinaram. O consolo que recebi devido ao evangelho de Jesus Cristo e aos ensinamentos da Igreja sobre a importância da família me tocaram profundamente. Sentimos que precisávamos nos arrepender e que era necessário mudar nosso jeito de agir.

Em 2008, meu marido e eu fomos batizados no mesmo dia. Depois do batismo, encontramos novos empregos e éramos ativos na Igreja. Entretanto, sentíamos que não havia membros com quem poderíamos nos identificar e que entendessem nossa luta contra a dependência. Infelizmente, tivemos uma recaída e perdemos nosso novo emprego. Logo, minha sogra pediu que nos mudássemos. Não tínhamos para onde ir, então um amigo nos ofereceu um espaço em seu escritório onde dormíamos em um colchão no chão.

Em 2010, um amigo nos convidou para uma viagem ao Rio Colorado. Era como se o Espírito Santo nos guiasse até lá. Isolados do barulho mundano, passamos o tempo olhando os milhões de estrelas e orando. Sob aquele claro céu do deserto, ajoelhei-me e pedi que Deus nos ajudasse. Nosso Pai Celestial sabia que precisávamos de um lugar onde não houvesse distrações. Sentimos que devíamos nos mudar para aquela área, seguimos essa inspiração e começamos a frequentar a ala mais próxima. Em meio a nossos desafios, descobrimos que o bispo lutara contra o alcoolismo em sua vida e ele nos apresentou o Programa de Recuperação de Dependências. Nossas orações foram ouvidas e sabíamos que tínhamos sido guiados pelo Espírito. Finalmente encontramos um lugar onde nos sentimos à vontade e compreendidos.

Desde aquela época, meu marido e eu nos mudamos de novo, mas ainda frequentamos as reuniões do PRD. Regularmente viajamos 193 quilômetros, ida e volta, para assistir às reuniões e continuar a aprender como aplicar os princípios do evangelho por meio dos 12 passos. A distância não é um problema quando pensamos na felicidade que encontramos. Que programa excelente que fornece a recuperação da dependência centralizada em Cristo. Trabalhar os 12 passos com um coração quebrantado e um espírito contrito nem sempre é fácil, mas com orações diárias ao Pai Celestial e a leitura das escrituras nossa vida mudou. Devido ao PRD abandonamos a dependência e agora somos dignos para ir ao templo.

Nunca me esquecerei do momento em que meu marido e eu nos reunimos com o presidente da estaca para nossa primeira entrevista de recomendação para o templo. Meu marido e eu nos olhamos e, com os olhos cheios de lágrimas, dissemos ao mesmo tempo: “Nós conseguimos, amor”. Nós nos conhecemos desde o ensino médio. Lutamos contra a dependência de drogas juntos, ficamos limpos e sóbrios juntos, paramos de fumar juntos, fomos batizados e fomos ao templo nos mesmos dias e agora estamos selados. Nós dois estamos buscando fazer faculdade.

Nosso ramo foi recentemente abençoado com o programa PRD e fomos chamados para ser os líderes. Meu coração e minha alma serão sempre gratos pelo programa PRD da Igreja e por ele ter nos ajudado a salvar nossa vida, nossa alma e nosso casamento.